Novidade: o caução continua reconfortante, mas agora é debitado apenas em caso de desacordo

GuestToGuest mudou seu sistema de caução. O anfitrião fica tão protegido quanto antes sem que o convidado tenha que pagar o caução antes do tempo. Para tanto, a data de depósito do caução está prevista para 15 dias após a troca. Assim, se o pagamento já está validado, o anfitrião fica coberto. Já o convidado, ele será debitado caso haja um desacordo com seu anfitrião.

Image caution portugaise

100% dos cauções são devolvidos

Desde a criação de GuestToGuest, o caução se tornou a principal ferramenta para se assugar na hora de realizar uma troca. Ele é utilizado em 70% das trocas. O caução se impôs como uma forma de deixar sua residência em toda tranquilidade.

Mas você sabia?

100% dos cauções são devolvidos aos convidados. Para ser mais preciso, 98% dos cauções foram integralmente devolvidos e 2% parcialmente devolvidos. A indenização recebida nesses ultimos 2% dos casos foi de 50€ em média. Assim, o caução continua sendo um sistema para tranquilizar o anfitrião. Ele demonstra que você respeita a residência dos outros e que o caução pode ser usado sobretudo em casos de pequenos acidentes (um copo ou vaso quebrado, por exemplo). O caução permite de simplificar a parte administrativa do processo de indenização, sem todavia remover a fase de discussão para entrar em um acordo sobre um valor. 

O que muda no sistema de caução

Nós procuramos encontar um sistema que pudesse garantir uma indenização ao anfitrião no caso de um problema, mas que não fosse um grande impedimento financeiro para o convidado na hora de realizar uma troca.

Nesse sentido, temos o prazer de anunciar que achamos um sistema que soluciona esse problema (em que o anfitrião continua sendo indenizado, mas aonde o convidado não precisa pagar nada antes da hora).

Como antigamente, na hora do pagamento, o convidado se compromete a pagar a comissão de GuestToGuest, assim como o caução em si. A comissão é depositada a partir do momento em que a troca é aceita por ambas as partes. Todavia, o caução não é debitado até 15 dias após o final da estadia.

Assim, se o anfitrião e o convidado acharem um acordo durante esse período, nós cacelamos o débito. Com esse sistema, nós não precisariamos depositar NENHUM caução desde a criação de GuestToGuest.

Assim, o anfitrião continua sendo acobertado e o convidado não precisa desembolsar nada antes da hora. 

O que não mudou no sistema de caução

A decisão de manter um caução 

Essa decisão é tomada entre o convidado e o anfitrião – principalemenete desse último. GuestToGuest não interfere nesse processo.

Você escolhe o valor

Um valor do caução de sua casa é proposto por GuestToGuest baseado na descrição que você mesmo fez da mesma ao inscrevê-la em nosso site, mas você pode modificar esse valor a qualquer momento. Você pode trocar o valor de acordo com o seu convidado. Você pode inclusivo remover o caução caso você deseje.

Nada acontece enquanto o anfitrião não validar o pedido de troca

Como antigamente, você faz um pedido de convite. Nem a comissão, nem os GuestPoints são debitados. O acordo ainda não está valido.

Sendo assim, se o anfitrião não validar a troca, tudo é anulado.

A comissão continua como era

A comissão de GuestToGuest não muda. Ela continua sendo de 3,5% e é cobrada apenas quando o anfitrião validar seu pedido de convite.

Nos diga o que você acha dessas mudanças nos comentários!

Até mais 🙂

Charles-Edouard